domingo, 2 de setembro de 2012

Humans? Yes. Humanity? No.


Acho que perdi o carinho pelo Mundo. A sociedade está uma lástima e sinceramente aquém dos meus valores e idealização de civismo e coerência. Não estou a pôr-me sobre ninguém pois acredito que haja mais gente que se sente assim, obviamente, apesar de ser uma minoria na população enorme deste planeta. É só que há muita falta de educação e respeito, há maldade, egocentrismo, estupidez e tanto mais. Isso deixa-me indignada e triste. Nos meus tempos de criança (não que o tenha deixado de ser, não sei), o Mundo para mim era às cores, estava cheio de magia, coisas a aprender, sítios a percorrer, histórias a ouvir, pessoas a conhecer. E acho que me sinto desiludida. Este é um Mundo diferente daquele que eu vivi naqueles tempos e daquele em que eu esperava viver. Talvez o seja mesmo, os tempos mudaram e assim também a mentalidade de muitas pessoas. Agora a magia esconde-se nos lugares mais recatados e pouco ou nada tocados pelo Homem, nas pequenas coisas da vida de cada um de nós. A magia agora somos nós que a temos de descobrir e temos de ser nós a dar ao nosso próprio mundo as cores que tanto merecemos e precisamos. Torna-se difícil estando rodeados por pessoas ignorantes que 'poluem' o nosso pequeno espaço e por acontecimentos que se traçam no nosso caminho mas quanto a isso nada há a fazer e é pena. Lamento o facto dos princípios estarem cada vez mais em decadência na mentalidade das pessoas. Lamento que a sociedade assim seja, cruel e fria.Lamento o aumento da discórdia entre todos nós porque devíamos era estar todos unidos. A natureza anda a mudar, ainda vai pregar das suas e quanto a isso, somos impotentes, não há qualquer razão para estarmos uns contra os outros porque se formos a ver, estamos todos no mesmo barco. Todos.  Lamento profundamente não ter o poder de mudar os 'ideais' da sociedade, pelo menos sozinha não o tenho. Lamento que nós, humanos, não honremos o privilégio que temos de ser uma espécie de vida inteligente, pois há muita gente que se o é, não demonstra. E lamento que por o sermos, muita gente pense que isso rebaixa todos os outros seres vivos que partilham este mundo connosco mas aqui vai uma dica, nós não somos os donos do mundo, não somos uns deuses que andam aqui e tenho pena de quem ache isso. Albert Einstein uma vez disse "Só duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana, e eu não tenho a certeza quanto ao primeiro". Pois à noite saiam à rua, vão ao telhado de vossa casa ou deitem-se na relva, apenas se deixem confortáveis e olhem para o céu, olhem para as estrelas. Há muito mais para lá do que imaginam, do que eu imagino. E nós nessa imensidão não somos nada, mas temos a nossa vida e por mais insignificantes que possamos ser no universo todo, que tal tornarmos o nosso cantinho num lugar melhor? Just saying.

4 comentários:

łnn Gray disse...

Hay-ho! Tenho um desafio para ti no meu blog, check it out and have fun! :)
Beijinho, Stay Awesome*

rosemary. disse...

sigo, adorei o blog apesar de ainda estar no início, é como eu. acho que escreves muito bem :)

rosemary. disse...

não tens de agradecer, obrigada eu, espero não desiludir :)

Martha Levi disse...

Hey, deixei um desafio para ti no meu blog. Espero que gostes! :)